O plano de contas é o conjunto de contas contábeis que serão utilizadas pela empresa para a contabilização dos fatos contábeis. Ele será estruturado de forma que atenda à legislação e ao resultado procurado pelo empresário no momento em que forem gerados todos os relatórios contábeis.

A estrutura do plano de contas vai definir de que forma aparecerão os resultados apurados pela contabilidade após efetuados todos os lançamentos contábeis. Por meio dessa estrutura, pode-se ter resultados administrativos e gerenciais mais claros e objetivos.

A decisão de como a contabilidade deve gerar seus relatórios deve partir do administrador da empresa, uma vez que as análises são feitas por ele. Ao contabilista, cabe a responsabilidade de orientar e verificar se a forma como o administrador deseja os relatórios atende às exigências legais.

Na construção do plano de contas, deve ser levada em consideração a forma clara na descrição das contas contábeis, sempre estando atento aos aspectos da empresa.

As contas são criadas em ordem hierárquica de forma que acumulem os saldos das contas sintéticas e analíticas. De acordo com o padrão estabelecido, os grupos contábeis são definidos da seguinte forma:

 Ativo;  Passivo;  Receita;  Custo;  Despesa.

Podendo haver uma variação na ordem das contas de receita, custo e despesas. Essa variação vai depender da necessidade ou desejo do administrador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *