O controle das contas a receber é fundamental para sua empresa, pois irá fornecer informações para tomada de decisões sobre um dos ativos mais importantes que a empresa dispõe, que são os créditos a receber originários de vendas a prazo.

Dentro do controle das contas a receber temos o período médio de cobrança.  Esse período é o tempo médio de uma venda a crédito até que o pagamento se torne um fundo a ser usado pela empresa. 

O período médio de cobrança é composto de duas partes:

A primeira delas é o tempo desde a venda até que o cliente envie o pagamento.

A segunda é o tempo desde o envio do pagamento até que o depósito seja creditado na conta bancária da empresa.

A primeira parte do período médio de cobrança envolve gerenciar o crédito disponível aos clientes da empresa, e a segunda envolve a cobrança e o processamento dos pagamentos.

O objetivo de gerenciar as contas a receber é cobrá-las o mais rápido possível sem perder vendas devido à alta pressão das técnicas de cobrança.

Para atingir esse objetivo são necessários três tópicos:

Seleção e padrões de crédito;

Condições de crédito;

Monitoramento do crédito.

Seleção e padrões de crédito

A seleção de crédito envolve a aplicação de técnicas para determinar quais os clientes que devem receber crédito. Esse processo envolve avaliar a capacidade de crédito do cliente e compará-la aos padrões de crédito da empresa, ou seja, seus requisitos mínimos para conceder crédito a um cliente.

Através da seleção e análise podemos prever se um solicitante de crédito poderá pagar ou não o crédito solicitado de modo oportuno.

Condições de crédito

São as condições de venda para clientes que tiveram crédito concedido pela empresa. Por exemplo a expressão 30 dias líquidos significa que o cliente tem 30 dias a contar do início do período de crédito (em geral, do final do mês ou da data da fatura) para pagar o montante total da fatura. 

Algumas empresas oferecem descontos para pagamento à vista, deduções percentuais do preço de compra pelo pagamento dentro de um período especificado. 

As condições de crédito de uma empresa são fortemente influenciadas por seu negócio. Por exemplo, uma empresa que venda itens perecíveis terá condições de crédito muito curtas, porque seus itens têm pouco valor de garantia colateral a longo prazo; uma empresa que tenha um negócio sazonal pode adaptar suas condições para atender aos ciclos do setor.

Se suas condições forem mais restritivas que as de seus concorrentes, ela perderá negócios; se as condições forem menos restritivas que as dos concorrentes, ela atrairá clientes que provavelmente não poderiam pagar de acordo com os padrões do setor.

O resultado é que empresa deve competir com base na qualidade e no preço de suas ofertas de produtos e serviços, e não nas condições de crédito. 

Monitoramento de crédito

O monitoramento de crédito é uma revisão contínua das contas a receber da empresa, para determinar se os clientes estão pagando de acordo com as condições de crédito estabelecidas. 

Se eles não estiverem pagando de acordo, o monitoramento do crédito alertará a empresa sobre o problema. A lentidão dos pagamentos é onerosa para uma empresa porque prolonga o período médio de cobrança e, assim, aumenta o investimento da empresa em contas a receber. 

Duas técnicas frequentemente citadas para monitoramento do crédito são: o período médio de cobrança e a organização cronológica de contas a receber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *